Notícias

ASSEMBLEIA VIVO. TRABALHADORES E TRABALHADORAS AVALIAM PROPOSTA DE ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

04/08/2022 - 18h52 - Federação Livre - Rosangela

Das 7h às 19h desta sexta-feira (5), empregados(as) da Vivo avaliam a proposta de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2022/2024 apresentada pela Vivo durante negociação com a Federação Livre. A Livre conseguiu avanços em relação à proposta inicial e agora a empresa propõe parcelamento do reajuste: a primeira de 3% em setembro de 2022 e o restante da reposição do INPC em julho de 2023. Para compensar, a operadora oferece abono de 85% do salário nominal a ser pago em 1º de setembro, sendo o mínimo de R$ 2.200. A Livre conquistou ainda o adiantamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR). Confira os detalhes da proposta a seguir e vote de acordo com a sua avaliação.

Clique aqui para votar: https://sinttel.votabem.com.br/

Confira a proposta:

– Reajuste salarial: 3% em set/22 e o restante em jul/23 (pelo INPC Integral a ser divulgado na ocasião), sobre o salário nominal de ago/22, totalizando a reposição integral do INPC, para todos os empregados admitidos até 31/08/2022 e ativos em 30/06/2023.
Para exemplificar a correção da segunda parcela, se o INPC acumulado no período for de 9%, a correção em jul/23 será de 6%. Os desligados pós-pagamento do abono indenizatório que vierem a sair da empresa até 30/06/2023 não vão receber a segunda parcela do reajuste acima. O reajuste não se aplica aos executivos, estagiários e aprendizes.

– Abono: pagamento em 1º/9 correspondente a 85% do salário nominal de jul/22, sendo o mínimo de R$2.200 e sem teto conforme regras a seguir: admitidos até 31/08/2022 e ativos na data do pagamento e as trabalhadoras em licença maternidade; trabalhadores(as) afastados(as) que retornarem do afastamento previdenciário, exceto licença-maternidade, entre 1º/9/22 a 30/6/23 vão receber o valor proporcional aos meses trabalhados neste período; trabalhadores(as) afastados(as) por auxílio-previdenciário, exceto licença-maternidade, que retornarem após 1º/7/23 não vão ter direito ao abono; trabalhadores(as) admitidos a partir de set/22 não vão ser elegíveis ao abono indenizatório; o abono indenizatório não se aplica aos executivos, estagiários e aprendizes.

– Reajuste nos benefícios: 9% em setembro (vale-refeição, vale-alimentação, auxílio-creche, auxílio-babá, auxílio-funeral), reembolso por dirigir, adiantamento da 1ª parcela do 13º salário 2023 e 2024 (50%), homologação e demais cláusulas vigentes.

– Cesta básica: mantida e reajustada em 9%.

– Auxílio-creche/babá especial, portadores de necessidades especiais (PNE): correção em duas parcelas, sendo a primeira de 13,72% em set/22 e a segunda de 37,7% em jan/23, ambas sobre o valor de ago/22, totalizando 51,41%. Os valores vão passar para R$1.000 e R$1.331,49, respectivamente (para os trabalhadores do campo, atendimento e loja que tenham ou precisam de creche para dependentes PNE).

– Adiantamento do 13° salário: antecipação para fevereiro de 2023 para todos.

– Coparticipação da internação: de R$120 para R$150 (somente em caso de cirurgia).

– Locação de veículo: mantém o modelo e reajusta em 9%.

– PPR 2022: adiantamento para 26/8 de um salário nominal de julho/22 (trabalhadores(as) sem Programa de Remuneração Variável – PRV) e 0,5 salário nominal (trabalhadores(as) com Programa de Remuneração Variável – PRV). Para os(as) trabalhadores(as) admitidos(as) até 30/6/22 e ativos até 10/8/22, exceto aqueles(as) que estejam afastados(as) por auxílio-doença previdenciário (doença e acidentário), bem como os denominados aprendizes, estagiários e executivos; parcela final em caso de atingimento mínimo do quadro de indicadores do exercício 2022, o pagamento ocorrerá até 31/3/23; o target será de 2,40 para empregados sem PRV e de 1,10 para empregados com PRV.

– Pagamento do abono: 1º/9, caso a proposta seja aceita.

– Reajuste do valor do home office: 9% em janeiro.

A empresa garante também o adiantamento do PPR 2023 para agosto/23 e, por meio de uma carta compromisso, garantiu que vai reajustar o valor do carro agregado em 2023.

Pin It on Pinterest

Federação Livre

Federação Livre