Notícias

Salários Justos

Conheça a Pauta de Reivindicações do Teleatendimento

27/10/2021 - 20h06 - Federação Livre - Redação

Atualização 29/10/2021, às10 horas

Salário justo, sem assédio moral e metas abusivas

Federação LiVRE lançou nesta quinta-feira, 28, a Campanha Salarial do Teleatendimento com uma live em que a Comissão de Negociação apresentou a pauta de reivindicações dos teleoperadores e teleoperadoras nos estados do RN, RJ, PE e ES para a Convenção Coletiva 2022.

A transmissão ao vivo foi feita às 19 horas pelos canais do Facebook e YouTube da Federação e também pelo YouTube  WEBTV do Sinttel-Rio.    Também transmitiram o bate papo, ao vivo, o Facebook do Sinttel-PE, Sinttel-RN e Sinttel-ES. Houve uma intensa participação pelo chat do Facebook e do YouTube da Federação.

Participaramm da live: Luis Antônio Silva (Presidente da Federação LiVRE e Coordenador do Sinttel-Rio); Iara Martins (Presidenta do Sinttel-RN e coordenadora da comissão de negociações da Federação LiVRE), Deyse Vale (Secretária de Comunicação do Sinttel-RN), Ricardo Pereira (Diretor e coordenador do Teleatendimento no Sinttel-Rio) e Mikael Nascimento (Secretário de Organização do Sinttel-PE).

Salários justos

A Pauta de Reivindicações já encaminhada ao Sindicato Patronal — SINSTAL — busca a implantação nas empresas de call center de piso salarial bem acima do mínimo nacional e que seja abolida a prática da proporcionalidade salarial para a jornada de 36 horas semanais, que penaliza demais os trabalhadores do setor. Algumas empresas como a Atento, trabalhadores recebem menos de R$ 1.100. A Federação Livre e seus sindicatos vão à luta por 2 salários-mínimos. A data base da categoria é 1º de janeiro.

Ajuda de custo Teletrabalho

Outra reivindicação importante para a categoria que, em todo o país, tem 1,5 milhões de pessoas atuando na área é ajuda de custo para o home office. Durante a pandemia, milhares de trabalhadores foram deslocados para o trabalho em casa, obedecendo aos protocolos de distanciamento social. Porém, as despesas também foram transferidas para os teleoperadores. Com inflação alta, energia elétrica com bandeiras tarifárias caríssimas, internet também cara, trabalhadores acabam por pagar por despesas que antes eram das empresas. E elas economizaram milhões durante esse período.  A reivindicação é o pagamento de R$ 250,00 de ajuda de custo mensal.

Reajuste integral pela inflação

Reajuste pelo INPC integral também é uma reivindicação imprescindível para esta categoria. Há anos teleoperadores são prejudicados com  reajustes inferiores à inflação do período, pagos muitas vezes com atraso de 4, 5 meses após a data base. As empresas vem praticando abonos compensatórios que não repõem as perdas acumuladas.

A previsão de inflação para janeiro, segundo o ministério da economia é de quase 9%. Já o Departamento de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas – Dieese, projeta de um percentual de 2 dígitos para o INPC.  Essa é a meta que a Comissão de Negociação da Federação para o setor de Teleatendimento vai perseguir.

Na pauta enviada ao SINSTAL, constam 89 cláusulas e reivindicações, como os reajustes pelo INPC integral aos benefícios praticados, tipo os auxílios alimentação, creche, pessoa com deficiência, entre outros.

Na área da saúde no ambiente de trabalho, a principal reivindicação é respeito e tratamento humanizado.

Conheça a pauta de reivindicações na íntegra. 

Pin It on Pinterest

Federação Livre

Federação Livre