Notícias

Negociação Acordo Coletivo

Oi menospreza a importância dos seus trabalhadores

03/12/2021 - 9h32 - Federação Livre - Redação

Indignação. Diante de uma inflação de 11,08%, a nova proposta da empresa aumenta em 1% o reajuste que já era insignificante e em maio de 2022.

O momento é, sem dúvida, o mais difícil enfrentado, até agora, para os cerca de 10 mil trabalhadores da maior e mais importante operadora de Telecom que o país já teve.

Prejuízos, recuperação judicial, fatiamento e entrega de parte dos negócios para as concorrentes, fechamento de lojas. Consequências de erros estratégicos de gestores espertos que saíram com as burras cheias e minguaram a capacidade de investimento e crescimento dessa grande operadora.

Quem pagou e está sendo punido por conta dessas ações criminosas são os trabalhadores da Oi. O deus mercado protege os canalhas que surrupiaram o seu patrimônio, a expertise, o brilho no olhar daqueles que sempre acreditaram que seu esforço faria a diferença no final.

A negociação do Acordo Coletivo – que esse ano trata apenas das cláusulas econômicas – é o reflexo desse cenário triste, que desrespeita todos/as.

A Federação LiVRE realizou a segunda rodada de negociações com a Oi na quarta-feira (01/12) e diante do que a empresa apresentou é inadmissível:

Garantia de todas as condições e benefícios até 31/12/2021
Reajuste Salarial — 4,5% a partir de julho de 2022
Tíquete — 4,5% a partir de julho de 2022
Creche  — 4,5% a partir de julho de 2022
Abono  — R$ 850,00 em formato de tíquete alimentação
Manutenção das demais cláusulas do Acordo atual.

A Comissão de Negociação da Federação LiVRE rejeitou a proposta e reafirmou as reivindicações de reajuste pelo INPC integral (11,08%) na data base (1º de novembro) para salários e benefícios,  acordo para o teletrabalho e PPR.

O presidente da Federação LiVRE, Luis Antônio Silva, convoca os trabalhadores da Oi a participarem da campanha salarial, pois uma nova reunião será realizada no dia 8, quarta-feira, às 10 horas.

Somente com o envolvimento dos companheiros e companheiras da Oi poderemos reverter essa situação, afirma Luis Antônio

 


A Comissão de Negociação da Federação LiVRE na Oi é formada pelo coordenador Marcelo Beltrão (Secretário Geral da Federação Live e presidente do Sinttel-PE), Iara Martins (Presidenta do Sinttel-RN), Hamurabi Duarte (diretor do Sinttel-CE), Lacy da Matta (Presidenta do Sinttel-AM), Luis Antônio Silva (presidente da Federação Livre e Sinttel-Rio) e Nilson Hoffmann (diretor de Comunicação da Federação Livre e presidente do Sinttel-ES).

A Federação Livre mantém um canal de comunicação nesta campanha  livre@federacaolivre.org.br. Todas as informações e boletins informativos estarão à disposição no site e nas redes sociais

     

Pin It on Pinterest

Federação Livre

Federação Livre