Notícias

Conquista

Sob pressão dos Sindicatos, CLARO chega a 10,42% de reajuste

11/11/2021 - 9h54 - Federação Livre - Redação

Depois de várias telerreuniões infrutíferas e sem uma proposta de Acordo Coletivo razoável, finalmente, nesta quarta-feira (10/11) a CLARO veio com uma proposta que pode ser avaliada pelos trabalhadores e trabalhadores.

Em termos econômicos, é possível dizer que a pressão da Comissão de Negociação e dos sindicatos resultou em um bom termo. Assim, a Federação LiVRE convoca assembleia on-line para análise da proposta no dia 18 de novembro pela plataforma https://sinttel.votabem.com.br
Proposta da CLARO para o Acordo Coletivo 2021/2023

Reajuste Salarial:

— 10,42%, parcelado em duas vezes — 4% na data base, em setembro/21 e 6,42% em Janeiro/22. O retroativo de salário será pago em novembro/21. Mesmo a LVRE insistindo, os gerentes ficaram fora do reajuste e do abono.

Abono Salarial Compensatório

— R$ 1.080,00 para compensar o parcelamento do reajuste, a ser pago para todos os empregados e empregadas, em novembro/21.

Reajuste dos Benefícios

— 10,42% retroativo à data base, Setembro/21, a ser pago em dinheiro no contracheque do pagamento de dezembro/21

PPR 2021

— Mesmo programa de metas e target de 2020, a ser pago em março/22. No ano passado, a CLARO pagou antes do Carnaval. Em 2022 o Carnaval será em 02 de março.

Teletrabalho 

— As regras e ajuda de custo já praticadas pela empresa no Teletrabalho (home office), serão garantidas numa cláusula específica do Acordo Coletivo, incluindo o direito à desconexão.

Todas os itens dessa proposta da CLARO estão condicionadas à aprovação no seu todo pela assembleia de trabalhadores

Assembleia dia 18/11 das 7 às 19 horas (horário de Brasília)

O  link para a votação é https://sinttel.votabem.com.br  para que todos possam participar, inclusive quem está de férias e afastado, garantindo o sigilo e o respeito à decisão dos/as trabalhadores/as. Para votar, tenha em mãos a sua matrícula funcional e a data de nascimento. A Assembleia on-line estará aberta somente no dia 18/11/2021, a partir das 7 horas. O resultado será divulgado logo após o fim da votação.

Outras reivindicações a serem negociadas na primeira
reunião de rotina trimestral, prevista no ACT

Homologações nos Sindicatos –  serão ajustados o formato da realização com o acompanhamento do sindicato.

Diferenças de benefícios praticadas pela CLARO – A Comissão insistiu em discutir esses problemas que mostram as desigualdades dentro da empresa, mas a empresa não quis tratar junto com o a negociação do acordo coletivo. A Federação buscará a isonomia no pagamento das diferenças de VA, VR e no pagamento desse benefício nas férias para todos, entre outras discrepâncias, na primeira reunião do ano que vem.

Periculosidade do pessoal da NET – Será negociado como complemento após o fechamento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

INPC Integral na Claro e na Vivo

A Federação Livre e os Sinttels do AM, CE, ES, PE, RJ, RN E RO — ressaltam a importância do principal item da Pauta de Reivindicações: reposição das perdas salariais pelo INPC integral, recompondo o poder de compra dos salários e dos benefícios.

Na Vivo, a negociação foi rápida pois estava garantido no acordo de 2020 reajuste automático pela inflação na data-base, em 2021. A empresa não se planejou para uma inflação de mais de 10% e pediu o parcelamento do reajuste, que foi aceito pela categoria, compensando com um abono salarial de 80% do salário, ou 2 mil reais.

Na Claro, como sempre acontece, as negociações não são fáceis, pois é a operadora mais antissindical dentre elas. Porém, esse ano, apesar de todas as reuniões improdutivas, chegou-se ao INPC integral, antes da TIM, que foi a primeira a se reunir com a Federação Livre, lá no mês de agosto e, ainda, não há perspectivas de fechamento do acordo coletivo.

Na Oi, as negociações ainda não começaram, apesar de a data base ser 1º de novembro.

Tem dúvidas sobre a proposta da CLARO?

Participe da Live que a Comissão de Negociação fará para explicar a proposta e a estratégia adotada na negociação com a CLARO.

Dia 17 de Novembro, 19 horas, nas redes sociais. Acesse os links:

A Comissão de Negociação da Federação Livre na CLARO é formada pelo coordenador João Cezar (Sinttel-CE), Gilberto Pirajá (Sinttel-RN), Gilberto Oliveira (Sinttel-PE) Amaral (Sinttel-AM) e Virgínia Berriel (Sinttel-Rio), Luis Antônio Silva (presidente da Federação Livre e Sinttel-Rio) e Nilson Hoffmann (diretor de Comunicação da Federação Livre – Sinttel-ES).

A Federação Livre mantém um canal de comunicação nesta campanha  livre@federacaolivre.org.br. Todas as informações e boletins informativos estarão à disposição no site e nas redes sociais

     

Pin It on Pinterest

Federação Livre

Federação Livre